Esporte na veia!

Como todos sabem, sou ex-atleta. Fui jogador de futebol profissional pelo Flamengo e outros clubes. Joguei fora do Brasil e cheguei a representar nosso País na Seleção Brasileira. Por isso, nada mais natural do que estar na Comissão de Esportes e Lazer da Câmara dos Vereadores aqui do Rio, e fiquei muito orgulhoso em presidir este grupo. Acho que todos merecem e precisam ter acesso ao esporte e ao lazer. Os cariocas são privilegiados. A cidade nos convida a praticar atividades ao ar livre. Recebemos diariamente pessoas do mundo inteiro querendo desfrutar o que temos aqui. Ano passado recebemos os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, e nos foi deixado um legado. Agora é arregaçar as mangas e colocar tudo para funcionar. Nossa população e os atletas que temos aqui precisam usar todos os locais e equipamentos deixados para nós.

Semana passada, estive com meus companheiros de comissão, Ítalo Ciba (PT do B) e Professor Célio Luparelli (DEM) em Deodoro. Tentamos fazer uma vistoria no Parque Radical, mas fomos barrados na porta pela Guarda Municipal. Isso não poderia ter acontecido! Precisamos saber a situação do legado Olímpico do Rio, incluindo as atuais condições do Parque Radical de Deodoro, do Parque Olímpico da Barra, e do Campo Olímpico de Golfe, que encontram-se fechados.

Não vamos parar por aí. A próxima diligência já está marcada. Será na próxima sexta-feira, 17 de março, e o alvo será o Centro Esportivo Miécimo da Silva, em Campo Grande. Saindo de lá, vamos voltar a Deodoro para ver como estão as condições por lá.

Nós, vereadores, temos a responsabilidade de fiscalizar o Poder Executivo. Estamos preocupados com o futuro do Legado Olímpico do Rio e, em nome da população, vamos requerer esclarecimentos e o planejamento da Prefeitura para que esse legado atenda aos interesses da Cidade. Também buscaremos apurar responsabilidades da gestão passada por esse estado de abandono.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *